quinta-feira, 12 de julho de 2007



A árvore vermelha por Piet Mondrian

A estrada coberta de neve
a árvore coberta de angustia
curva-se como eu perante o rigor deste Inverno
mas subitamente estou vivo e ardo, sim estou vivo
e olho-te árvore que não vens nos livros
olho-te só eu e compreendo-te só eu.

6 comentários:

Ad astra disse...

Sempre aqui,derretendo gelos,fazendo caminhos...eis a compreensão!

hfm disse...

Muito bom e belíssima a imagem. Gosto muito destas árvores de Mondrian há pouco tempo coloquei a que ele fez a preto e branco.

JRL disse...

Olho-te árvore que não vens nos livros... nem nessa bela imagem, mas dentro de ti.
Bjs

Vieira Calado disse...

U blog muito jovem que promete.

Vieira Calado disse...

Volto cá para dizer-lhe que tem no seu perfil, o nome do blog em duplicado. Num deles não está nada.
Penso que é para apaagar, mas, se assim for , tenha muito cuidado, não vá apagar os dois:
A mim já me aconteceu.

Carlos Ramos disse...

Obrigado Vieira Calado. Vou corrigir.
Sincero Abraço