quarta-feira, 11 de julho de 2007

Geometria dos Possíveis


Podes ser o invisível
Dos objectos inverosímeis
Podes ser a palavra em Dreyer
Que abre os olhos aos vendados
Fulmina de fé os incrédulos
Carrega de luto as mulheres de branco

Ilumina-me
Faz-te luz no meu abismo
Fascina-me e transfigura-me.

9 comentários:

Ad astra disse...

Fantastico...a geometria do fantástico

beijo

Ad astra disse...

Carlos com sei que gostaste aqui vai mais um de Dionisio Ridruejo,só para ti:

NOSTALGIA DEL PRIMER AMOR

Tu soledad de nieve reclinada,
virginal y sencilla, en mi memoria,
como agua fiel de fatigada noria
viene a regar mi voz enamorada.

¡Cómo recrea el alma sosegada
la penumbra y dulzor de aquella historia
con resplandores de tardía gloria
entre abejas y frutos constelada!

¡Oh, delicada llama, ardor primero
velado en llanto y celestial mirada,
par del trino, la fuente y la azucena!

Mírame combatido y prisionero
volver a tu ilusión breve y tronchada
como un temblor en la desierta arena.

JRL disse...

Carlos,

Gostei muito da geometria dos possíveis. Beijos

hfm disse...

Gostei muito do que aqui encontrei. Voltarei, seguramente.

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Se você quiser linkar meu blog no seu eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If you speak English can see the version in English of the Camiseta Personalizada. If he will be possible add my blog in your blogroll I thankful, bye friend).

Carlos Ramos disse...

Gostaria de vos agradecer a todos, os comentários tão positivos que de maneira alguma mereço. Queria agradecer especialmente a ti Astra este Ridruejo e sugerir, a propósito, a urgente visitação a "Sommarlek - Um Verão de Amor" do Bergman, que é concerteza o filme que transfigura o amor em imagens da forma mais perfeita, em especial o 1.º. Experimentem ou revejam.

Abraço sincero para todo(a)s.

Ad astra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ad astra disse...

Bergman é sem duvida o realizador da excelência.Ninguem como ele, consegui despir sentimentos e abordar temas tao intrínsecos ao ser humano,como o amor, o desejo e a morte.
Vou rever Carlos
Beijo

Anónimo disse...

bytepper prosperity balanien imparts distributed automotive solar senator policing initiator urls
semelokertes marchimundui