sábado, 7 de julho de 2007

Direitos Humanos


Edvard Munch




O amor negado
O amor soterrado
O amor cuspido
O amor lambido
O amor veneno
O amor cão
O amor erro
O amor atraiçoado
O amor estilhaçado
O amor nado morto
O amor verdade

Amo-te amor
Amo-te… eu
cão.

4 comentários:

Ad astra disse...

A acabar de ler isso pergunto-me:Afinal que é isso de amor?
Tem tantos significados? Não é linear? Pode um só sentimento conter tantos outros no seu interior? Ou será apenas uma mistura de todos os outros?

Carlos Ramos disse...

Astra

Apesar de já terem sido escritos tratados sobre o assunto não existem conclusões definitivas. Para o definir parcialmente gosto da frase de Ian Curtis; Love will tear us apart. O Amor separa-nos-á.

JRL disse...

Olá Carlos,

O amor é multifacetado, mas gostei muito de ler essa visão do Ian Curtis. Faz-nos pensar, não é?
Bjs

Carlos Ramos disse...

Olá Joana

Multifacetado é uma boa palavra. Podes pôr tudo lá dentro. Tudo de bom e tudo de mau.

Bjs.