quinta-feira, 12 de junho de 2008

um


Sandro Botticeli - St. John Head

Acordo para o sol
e sinto a sombria ausência dos amigos
cujas asas se dilataram em relembrado naufrágio
na mesa ardida sob a clepsidra do tempo
os rostos fitavam-se na inquietude da partida
o vinho selava ou abria a ferida
iluminava pela última vez
o falso lugar onde pernoitávamos
um dia perdemo-nos por aí
nos porquês da escadaria sem degraus
escorregámos inúteis
à procura de melhor desastre
já não os ouço
e deixámos de ser um

2 comentários:

TCHI de Tchivinguiro disse...

Chegará o dia de novos encontros. De haver lugar para a unidade: todos somos um - na nossa humanidade.

Beijinhos.

Eduardo P.L. disse...

Carlos,

gostei muito de tudo que li e vi, no seu blog!
Forte abraço e bom Domingo!