terça-feira, 21 de outubro de 2008

Verdadeiramente Teu


Rodin - "The Walking Man"


Verdadeiramente teu
O que significa isso?
O chão onde se cai
é o lugar onde se desiste
O zero deserto
decerto
seres o meu centro
ou talvez salvares-me a vida
com a tua mão de estrela
e o teu vestido de negro infinito
cada coisa tem o seu peso propicio
e a tua ausência é o silencio que me queima o grito
uma melodia de quem se perde abraçando
o vermelho amargo das lágrimas dessa árvore
que cresce do meu rosto devorado
até ás indizíveis palavras por detrás do poema
o que te digo
é o que não escutas
o que te ofereço
é o que não queres
mas verdadeiramente teu
sou eu.

Não partas antes de chegares
não me deixes sem me tocares.

9 comentários:

Maria disse...

Verdadeiramente belo!
Com a tua intensidade dentro...

Beijo

~pi disse...

também há uma coisa chamada

pre mortem,





beijo

SMA disse...

Pedidos. implorações
um só querer ficar
.
.
.
e assim o unico canal de comunicação=relação
.
.
bjo doce

AnaMar disse...

Belo poema de uma intensidade penetrante.

"Porque o mais importante...é o que não te digo..."

Graça Pires disse...

"e a tua ausência é o silencio que me queima o grito"
Verdadeiramente belo.
Um abraço.

Ad astra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Claudia Sousa Dias disse...

lindo.


CSD

Vieira Calado disse...

Andei por aqui a dar uma volta.

Há tempo que cá não vinha.

Mas valeu bem a pena.

Cumprimentos

Ana Paula Afonso disse...

lindo. Vou voltar.